quinta-feira, 13 de março de 2014

CLIQUE E LEIA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA (13)

          



Edsonpaim.com.br

www.edsonpaim.com.br/
Câmara derrota governo e aprova investigação da Petrobras. 11 ..,11/03/2014. BRT BRASÍLIA, 11 Mar (Reuters) - A Câmara dos Deputados aprovou nesta ...

terça-feira, 4 de março de 2014

União da Ilha transporta o público de volta à infância com leveza e diversão

Brinquedos de todos os tipos e cores provocaram nostalgia nesta segunda.
Desfile esbanjou criatividade e conquistou a simpatia na Sapucaí.

Do G1, em São Paulo
Fotos do desfile da União da Ilha (Foto: Editoria de Arte/G1)

A União da Ilha do Governador levou o público da Sapucaí a uma divertida viagem pela infância na noite desta segunda-feira (3), com um desfile divertido que esbanjou criatividade. A escola entrou na avenida às 22h30 e, em 81 minutos, fez jus à proposta do enredo: "É brinquedo, é brincadeira, a Ilha vai levantar poeira!"  (veja todas as fotos do desfile da União da Ilha).
A nostalgia tomou o sambódromo já no início da apresentação, com a comissão de frente coreografada por Jaime Arôxa e com a participação de artistas circenses da Austrália e do Cirque du Soleil. Na dança, um casal de idosos abriu um enorme baú de memórias cheio de brinquedos que fizeram parte de sua infância, como falas, monstros e palhaços. A eles se seguiu um enorme bebê engatinhando no primeiro tripé, além do primeiro casal de mestre-sala e porta-baneira. A bela fantasia de Christiane Caldas ganhou um enorme dado. Junto de Marcinho, ela dançou ao redor de 28 peças de dominó.

"Empina a pipa, vá brincar de roda / de pique-esconde, / correr e pular, / que a brincadeira não tem hora", disse o samba contagiante, que foi acompanhado pelas vozes dos 3.800 espalhados em 32 alas e sete alegorias. O abre-alas chegou imponente em alusão à fábrica de brinquedos de São Nicolau, após uma ala que trouxe os brinquedos mais antigos do mundo, como bonecas feitas de barro.

As alas foram ordenadas na ordem cronológica do amadurecimento. Soldadinhos, bailarinas, bonecos de mola e de porcelana, ursos de pelúcia, palhaços e outros brinquedos que marcam a primeira infância deliciaram o público em fantasias leves e divertidas. As atrizes Letícia Spiller e Cacau Protásio encarnaram, respectivamente, uma bailarina de caixinha de música e Cinderela, uma das principais princesas da Disney. "A gente sempre segue um padrão de princesa, loirinha, magra, e eu venho como fora desse modelo. Mostrando que qualquer criança pode ser princesa", afirmou Cacau ao G1 antes de entrar na avenida. 
Em seguida entraram os brinquedos educativos, como o tapete de quebra-cabeça com as letras do abecedário, o cubo mágico, os legos, o pega varetas... A escola também não esqueceu dos jogos de tabuleiro e o xadrez e, claro, a paixão da maioria dos meninos, que ganhou um carro em formato de mesa de pebolim e uma brilhante fantasia na ala das baianas.
Para a garotada mais velha, não faltaram super-heróis de todas as épocas, desde o He-Man e a She-Ra, dos anos 1980, até o Capitão América, que voltou à moda em filmes recentes, e videogames clássicos como o PacMan e o pinball, e os robôs mais modernos, incluindo os famosos transformers. O carro alegórico desse setor apresentou um pequeno problema em uma das partes, que acabou se inclinando. O destaque no topo desta parte passou por momentos apreensivos, mas não precisou ser retirado dali, e o carro cumpriu o trajeto esperado.
Mas nem tudo foi brincadeira no enredo da escola, que defendeu o direito das crianças a vivenciarem uma infância plena, independente de sua classe social. Além disso, a escola debateu a atual pressão do mercado e o consumismo infantil. Em seu quinto carnaval no Grupo Especial desde seu retorno à elite do carnaval carioca, em 2010, a escola entrou na avenida para tentar repetir e, quem sabe, superar seu melhor resultado, o 3º lugar em 1989. O resultado foi um dos desfiles mais originais do ano na Sapucaí.
 


segunda-feira, 3 de março de 2014

Salgueiro, Mangueira e Beija-Flor levantam público no 1º dia de desfiles

Ritmos e crenças africanas e História do Brasil foram destaque no domingo.
Seis escolas passaram pela Sapucaí com poucos imprevistos.

CLIQUE EM TODOS OS LINKS ABAIXO E LEIA MAIS, VEJA FOTOS E ASSISTA VÍDEOS

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/carnaval/2014/noticia/2014/03/salgueiro-mangueira-e-beija-flor-levantam-publico-no-1-dia-de-desfiles.html

 

Salgueiro fala da criação do universo e levanta a torcida na Sapucaí

Agremiação mostrou diversas explicações para o início do mundo.
Truque no carro abre-alas da escola fazia bailarina levitar.


http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/carnaval/2014/noticia/2014/03/salgueiro-fala-da-criacao-do-universo-e-levanta-torcida-na-sapucai.html


Beija-Flor fecha 1ª noite no Rio com desfile sobre Boni e comunicação


Escola homenageou ex-diretor geral da TV Globo e teve vários famosos.
Literatura, televisão, era do rádio e internet foram lembradas na Sapucaí.



http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/carnaval/2014/noticia/2014/03/beija-flor-fecha-1-noite-no-rio-com-desfile-sobre-boni-e-comunicacao.html




http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/carnaval/2014/noticia/2014/03/com-maysa-e-canhao-humano-grande-rio-homenageia-marica.html


Escolas têm problemas no 1º dia de desfiles na Sapucaí

EQUIPE AE - Agência Estado

Com um enredo sobre a preservação da Terra, o Salgueiro foi a única escola a ouvir o grito de "campeã" no primeiro dia de desfiles do Grupo Especial, na Marquês de Sapucaí. No entanto, pode perder pontos decisivos por causa de problemas em três carros alegóricos. O abre-las, por exemplo, quebrou no início da apresentação e deixou ''buracos'' na pista, o que pode prejudicar a escola nos quesitos conjunto e evolução.

http://www.estadao.com.br/noticias/geral,escolas-tem-problemas-no-1-dia-de-desfiles-na-sapucai,1136839,0.htm

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

RESUMO DOS JORNAIS DE HOJE, 25-02-2014 (TERÇA FEIRA)

25 de fevereiro de 2014
Correio Braziliense

Manchete: Agressão covarde dentro do shopping
Rapaz de 27 anos é internado em UTI após ser espancado por dois jovens no Pier 21.

Testemunhas contam que o professor de educação física Lucas Silva Lopes Xavier se dirigia ao banheiro quando se deparou com dois jovens que urinavam do lado de fora. Constrangido, reclamou da situação. Foi o suficiente para que o transformassem na mais nova vítima de um crime bárbaro que teima em se repetir para vergonha de Brasília. Primeiro, um deles o acertou, traiçoeiramente, com uma garrafa de cerveja na cabeça.

Mesmo caído e aparentemente desmaiado, a covardia dos “fortões” prosseguiu, com socos e pontapés. Lucas sofreu traumatismo craniano, quebra de mandíbula, coágulos no cérebro e está internado em estado grave.

A polícia prendeu os dois suspeitos da agressão no fim da noite de ontem. Em São Paulo, vândalos que espancaram um torcedor do Santos até a morte estão foragidos. (Págs. 1 e 19 e Superesportes, página 2)
Geap: plano de R$ 2,3 bi nas mãos do PT e do PP de Maluf (Págs. 1 e 8)

Direitos humanos: Uganda sofre pressão após lei antigay
Legislação que pune homossexuais até com prisão perpétua deve levar europeus e americanos a suspenderem a ajuda financeira ao país. Na África, 36 nações consideram ilegal o envolvimento de pessoas do mesmo sexo. (Págs. 1 e 15)
Caso ldeli é arquivado
Comissão da Presidência não viu problemas na utilização de helicóptero do Samu pela ministra em Santa Catarina. (Págs. 1 e 4)
Telefonar vai custar menos
O preço das ligações de fixo para celular terá redução de 13% na próxima semana. O valor do minuto cairá para R$ 0,39. (Págs. 1 e 11)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: A caçada continua
Polícia procura outros membros da quadrilha que aterrorizou o Sul de Minas no fim de semana.

Depois do tiroteio seguido de perseguições em Itamonte e região, que resultaram na morte de 10 pessoas e na prisão de outras seis, uma delas ontem, as polícias civis mineira e paulista trabalham para prender mais uma dezena de integrantes do bando especializado em explosões de caixas eletrônicos. São criminosos que escaparam ao cerco ou não participaram da ação na madrugada de sábado no Sul do estado.

Um forte esquema de interceptações telefônicas foi montado para chegar aos comparsas do grupo, investigado havia seis meses, responsável por cerca de 20 ataques a bancos. A polícia de São Paulo confirmou que todos os presos e mortos eram paulistas, exceto o técnico em medicina do trabalho Silmar Júnior Madeira, de Itanhandu (MG), vizinha a Itamonte. E considera praticamente certo que Silmar era refém dos bandidos. (Págs. 1 e 17 e 18)
Altos e baixos: Pressão sobre a luz, alívio no telefone
Ligações locais e interurbanas de telefone fixo para celular ficarão 13% mais baratas a partir de março. Por outro lado, estudo mostra que se não chover até maio nas regiões Sudeste e Centro-Oeste há risco de racionamento e alta na conta de energia. (Págs. 1 e 10)
3.186 dias: Da denúncia do mensalão à última prisão
Delator do esquema do mensalão em junho de 2005, o ex-deputado federal Roberto Jefferson foi preso ontem em sua casa em Levy Gasparian (D), no interior do Rio de Janeiro, e levado para instituto penal em Niterói. Ele foi condenado a 7 anos e 14 dias em regime semiaberto por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ao ser detido pelos agentes da Polícia Federal comparou sua situação à canção imortalizada por Frank Sinatra que começa com a frase "agora o fim está próximo". (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Frente larga unida com Paulo Câmara
Em clima de empolgação, foi lançada ontem a chapa governista. Nada menos que 13 partidos levaram seu apoio aos candidatos. Vice-governador João Lyra participou da solenidade. (Págs. 1 e 3 a 6)
Telefonia fixa ficará mais barata
Em março, custo das ligações de telefone fixo para celular terá redução média de 13%. A queda é reflexo das novas regras que a Anatel impôs às operadoras para aumentar a competição no mercado. (Págs. 1 e cidades/economia 6)
Jefferson começa a cumprir pena
Delator do caso do mensalão recebeu ordem de prisão e se entregou. Ele pegou 7 anos e 14 dias de cadeia.(Págs. 1 e 7)
TST julga greve: Seção de Dissídios vai decidir o impasse nos Correios. (Págs. 1 e cidades/economia 6)

Costa inocentado: O deputado Sílvio Costa Filho foi absolvido no caso das notas frias. (Págs. 1 e 7)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Pena de sete anos e 14 dias: O delator do mensalão também está na cadeia
Ex-deputado Roberto Jefferson, que denunciou a existência de compra de votos em troca de apoio ao governo Lula, cumprirá pena no Rio.

Luiz Antônio Araujo
O último duelo dos protagonistas

Rosane de Oliveira
Tom teatral a cada ato de sua trajetória. (Págs. 1 e 4, 5 e 8)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Argentina cede para Mercosul fechar acordo com União Europeia
Brasil, Uruguai e Paraguai foram surpreendidos pelo país vizinho na última rodada de negociação, quando os argentinos ampliaram a lista a ser apresentada à UE. É esta carta na manga que leva a presidenta Dilma a dizer que o acordo está próximo: “Eu tenho certeza de que houve uma grande evolução e que o lado europeu vai fazer o mesmo”, afirmou. (Págs. 1 e P5)
Brasil entre Noruega e Venezuela
O economista Eduardo Giannetti, inspirador de Marina Silva, acredita que o país precisa decidir o que fazer com os recursos do pré-sal. Ele defende a criação de fundo para investir na formação de capital humano. E teme que a verba caia na mão de um governo populista. (Págs. 1 e P6 a 8)
Avanade em bancos, varejo e teles
Fruto de uma joint venture entre Microsoft e Accenture, a empresa aposta no Brasil como mercado estratégico, diz Hamilton Berteli, diretor da Avanade no Brasil. (Págs. 1 e P14)
Risco menor: Bradesco vê mudança de expectativa
O economista-chefe do Bradesco, Octavio de Barros, aponta reversão nas projeções em relação ao Brasil, expressa na queda do dólar e na alta da bolsa. “O contingenciamento de gastos em ano eleitoral foi muito oportuno e corajoso. O mercado gostou”, disse. (Págs. 1 e P40)
Votação
Pauta cheia não impede que Congresso já trabalhe em ritmo de Carnaval. (Págs. 1 e P3)


RESUMO DOS JORNAIS DE HOJE, 25-02-2014 (TERÇA FEIRA)

25 de fevereiro de 2014
Correio Braziliense

Manchete: Agressão covarde dentro do shopping
Rapaz de 27 anos é internado em UTI após ser espancado por dois jovens no Pier 21.

Testemunhas contam que o professor de educação física Lucas Silva Lopes Xavier se dirigia ao banheiro quando se deparou com dois jovens que urinavam do lado de fora. Constrangido, reclamou da situação. Foi o suficiente para que o transformassem na mais nova vítima de um crime bárbaro que teima em se repetir para vergonha de Brasília. Primeiro, um deles o acertou, traiçoeiramente, com uma garrafa de cerveja na cabeça.

Mesmo caído e aparentemente desmaiado, a covardia dos “fortões” prosseguiu, com socos e pontapés. Lucas sofreu traumatismo craniano, quebra de mandíbula, coágulos no cérebro e está internado em estado grave.

A polícia prendeu os dois suspeitos da agressão no fim da noite de ontem. Em São Paulo, vândalos que espancaram um torcedor do Santos até a morte estão foragidos. (Págs. 1 e 19 e Superesportes, página 2)
Geap: plano de R$ 2,3 bi nas mãos do PT e do PP de Maluf (Págs. 1 e 8)

Direitos humanos: Uganda sofre pressão após lei antigay
Legislação que pune homossexuais até com prisão perpétua deve levar europeus e americanos a suspenderem a ajuda financeira ao país. Na África, 36 nações consideram ilegal o envolvimento de pessoas do mesmo sexo. (Págs. 1 e 15)
Caso ldeli é arquivado
Comissão da Presidência não viu problemas na utilização de helicóptero do Samu pela ministra em Santa Catarina. (Págs. 1 e 4)
Telefonar vai custar menos
O preço das ligações de fixo para celular terá redução de 13% na próxima semana. O valor do minuto cairá para R$ 0,39. (Págs. 1 e 11)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: A caçada continua
Polícia procura outros membros da quadrilha que aterrorizou o Sul de Minas no fim de semana.

Depois do tiroteio seguido de perseguições em Itamonte e região, que resultaram na morte de 10 pessoas e na prisão de outras seis, uma delas ontem, as polícias civis mineira e paulista trabalham para prender mais uma dezena de integrantes do bando especializado em explosões de caixas eletrônicos. São criminosos que escaparam ao cerco ou não participaram da ação na madrugada de sábado no Sul do estado.

Um forte esquema de interceptações telefônicas foi montado para chegar aos comparsas do grupo, investigado havia seis meses, responsável por cerca de 20 ataques a bancos. A polícia de São Paulo confirmou que todos os presos e mortos eram paulistas, exceto o técnico em medicina do trabalho Silmar Júnior Madeira, de Itanhandu (MG), vizinha a Itamonte. E considera praticamente certo que Silmar era refém dos bandidos. (Págs. 1 e 17 e 18)
Altos e baixos: Pressão sobre a luz, alívio no telefone
Ligações locais e interurbanas de telefone fixo para celular ficarão 13% mais baratas a partir de março. Por outro lado, estudo mostra que se não chover até maio nas regiões Sudeste e Centro-Oeste há risco de racionamento e alta na conta de energia. (Págs. 1 e 10)
3.186 dias: Da denúncia do mensalão à última prisão
Delator do esquema do mensalão em junho de 2005, o ex-deputado federal Roberto Jefferson foi preso ontem em sua casa em Levy Gasparian (D), no interior do Rio de Janeiro, e levado para instituto penal em Niterói. Ele foi condenado a 7 anos e 14 dias em regime semiaberto por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ao ser detido pelos agentes da Polícia Federal comparou sua situação à canção imortalizada por Frank Sinatra que começa com a frase "agora o fim está próximo". (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Frente larga unida com Paulo Câmara
Em clima de empolgação, foi lançada ontem a chapa governista. Nada menos que 13 partidos levaram seu apoio aos candidatos. Vice-governador João Lyra participou da solenidade. (Págs. 1 e 3 a 6)
Telefonia fixa ficará mais barata
Em março, custo das ligações de telefone fixo para celular terá redução média de 13%. A queda é reflexo das novas regras que a Anatel impôs às operadoras para aumentar a competição no mercado. (Págs. 1 e cidades/economia 6)
Jefferson começa a cumprir pena
Delator do caso do mensalão recebeu ordem de prisão e se entregou. Ele pegou 7 anos e 14 dias de cadeia.(Págs. 1 e 7)
TST julga greve: Seção de Dissídios vai decidir o impasse nos Correios. (Págs. 1 e cidades/economia 6)

Costa inocentado: O deputado Sílvio Costa Filho foi absolvido no caso das notas frias. (Págs. 1 e 7)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Pena de sete anos e 14 dias: O delator do mensalão também está na cadeia
Ex-deputado Roberto Jefferson, que denunciou a existência de compra de votos em troca de apoio ao governo Lula, cumprirá pena no Rio.

Luiz Antônio Araujo
O último duelo dos protagonistas

Rosane de Oliveira
Tom teatral a cada ato de sua trajetória. (Págs. 1 e 4, 5 e 8)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Argentina cede para Mercosul fechar acordo com União Europeia
Brasil, Uruguai e Paraguai foram surpreendidos pelo país vizinho na última rodada de negociação, quando os argentinos ampliaram a lista a ser apresentada à UE. É esta carta na manga que leva a presidenta Dilma a dizer que o acordo está próximo: “Eu tenho certeza de que houve uma grande evolução e que o lado europeu vai fazer o mesmo”, afirmou. (Págs. 1 e P5)
Brasil entre Noruega e Venezuela
O economista Eduardo Giannetti, inspirador de Marina Silva, acredita que o país precisa decidir o que fazer com os recursos do pré-sal. Ele defende a criação de fundo para investir na formação de capital humano. E teme que a verba caia na mão de um governo populista. (Págs. 1 e P6 a 8)
Avanade em bancos, varejo e teles
Fruto de uma joint venture entre Microsoft e Accenture, a empresa aposta no Brasil como mercado estratégico, diz Hamilton Berteli, diretor da Avanade no Brasil. (Págs. 1 e P14)
Risco menor: Bradesco vê mudança de expectativa
O economista-chefe do Bradesco, Octavio de Barros, aponta reversão nas projeções em relação ao Brasil, expressa na queda do dólar e na alta da bolsa. “O contingenciamento de gastos em ano eleitoral foi muito oportuno e corajoso. O mercado gostou”, disse. (Págs. 1 e P40)
Votação
Pauta cheia não impede que Congresso já trabalhe em ritmo de Carnaval. (Págs. 1 e P3)


RESUMO DOS JORNAIS DE HOJE, 25-02-2014 (TERÇA FEIRA)

25 de fevereiro de 2014
Correio Braziliense

Manchete: Agressão covarde dentro do shopping
Rapaz de 27 anos é internado em UTI após ser espancado por dois jovens no Pier 21.

Testemunhas contam que o professor de educação física Lucas Silva Lopes Xavier se dirigia ao banheiro quando se deparou com dois jovens que urinavam do lado de fora. Constrangido, reclamou da situação. Foi o suficiente para que o transformassem na mais nova vítima de um crime bárbaro que teima em se repetir para vergonha de Brasília. Primeiro, um deles o acertou, traiçoeiramente, com uma garrafa de cerveja na cabeça.

Mesmo caído e aparentemente desmaiado, a covardia dos “fortões” prosseguiu, com socos e pontapés. Lucas sofreu traumatismo craniano, quebra de mandíbula, coágulos no cérebro e está internado em estado grave.

A polícia prendeu os dois suspeitos da agressão no fim da noite de ontem. Em São Paulo, vândalos que espancaram um torcedor do Santos até a morte estão foragidos. (Págs. 1 e 19 e Superesportes, página 2)
Geap: plano de R$ 2,3 bi nas mãos do PT e do PP de Maluf (Págs. 1 e 8)

Direitos humanos: Uganda sofre pressão após lei antigay
Legislação que pune homossexuais até com prisão perpétua deve levar europeus e americanos a suspenderem a ajuda financeira ao país. Na África, 36 nações consideram ilegal o envolvimento de pessoas do mesmo sexo. (Págs. 1 e 15)

Caso ldeli é arquivado
Comissão da Presidência não viu problemas na utilização de helicóptero do Samu pela ministra em Santa Catarina. (Págs. 1 e 4)
Telefonar vai custar menos
O preço das ligações de fixo para celular terá redução de 13% na próxima semana. O valor do minuto cairá para R$ 0,39. (Págs. 1 e 11)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: A caçada continua
Polícia procura outros membros da quadrilha que aterrorizou o Sul de Minas no fim de semana.

Depois do tiroteio seguido de perseguições em Itamonte e região, que resultaram na morte de 10 pessoas e na prisão de outras seis, uma delas ontem, as polícias civis mineira e paulista trabalham para prender mais uma dezena de integrantes do bando especializado em explosões de caixas eletrônicos. São criminosos que escaparam ao cerco ou não participaram da ação na madrugada de sábado no Sul do estado.

Um forte esquema de interceptações telefônicas foi montado para chegar aos comparsas do grupo, investigado havia seis meses, responsável por cerca de 20 ataques a bancos. A polícia de São Paulo confirmou que todos os presos e mortos eram paulistas, exceto o técnico em medicina do trabalho Silmar Júnior Madeira, de Itanhandu (MG), vizinha a Itamonte. E considera praticamente certo que Silmar era refém dos bandidos. (Págs. 1 e 17 e 18)
Altos e baixos: Pressão sobre a luz, alívio no telefone
Ligações locais e interurbanas de telefone fixo para celular ficarão 13% mais baratas a partir de março. Por outro lado, estudo mostra que se não chover até maio nas regiões Sudeste e Centro-Oeste há risco de racionamento e alta na conta de energia. (Págs. 1 e 10)
3.186 dias: Da denúncia do mensalão à última prisão
Delator do esquema do mensalão em junho de 2005, o ex-deputado federal Roberto Jefferson foi preso ontem em sua casa em Levy Gasparian (D), no interior do Rio de Janeiro, e levado para instituto penal em Niterói. Ele foi condenado a 7 anos e 14 dias em regime semiaberto por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ao ser detido pelos agentes da Polícia Federal comparou sua situação à canção imortalizada por Frank Sinatra que começa com a frase "agora o fim está próximo". (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Frente larga unida com Paulo Câmara
Em clima de empolgação, foi lançada ontem a chapa governista. Nada menos que 13 partidos levaram seu apoio aos candidatos. Vice-governador João Lyra participou da solenidade. (Págs. 1 e 3 a 6)
Telefonia fixa ficará mais barata
Em março, custo das ligações de telefone fixo para celular terá redução média de 13%. A queda é reflexo das novas regras que a Anatel impôs às operadoras para aumentar a competição no mercado. (Págs. 1 e cidades/economia 6)

Jefferson começa a cumprir pena
Delator do caso do mensalão recebeu ordem de prisão e se entregou. Ele pegou 7 anos e 14 dias de cadeia.(Págs. 1 e 7)
TST julga greve: Seção de Dissídios vai decidir o impasse nos Correios. (Págs. 1 e cidades/economia 6)

Costa inocentado: O deputado Sílvio Costa Filho foi absolvido no caso das notas frias. (Págs. 1 e 7)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Pena de sete anos e 14 dias: O delator do mensalão também está na cadeia
Ex-deputado Roberto Jefferson, que denunciou a existência de compra de votos em troca de apoio ao governo Lula, cumprirá pena no Rio.

Luiz Antônio Araujo
O último duelo dos protagonistas

Rosane de Oliveira
Tom teatral a cada ato de sua trajetória. (Págs. 1 e 4, 5 e 8)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Argentina cede para Mercosul fechar acordo com União Europeia
Brasil, Uruguai e Paraguai foram surpreendidos pelo país vizinho na última rodada de negociação, quando os argentinos ampliaram a lista a ser apresentada à UE. É esta carta na manga que leva a presidenta Dilma a dizer que o acordo está próximo: “Eu tenho certeza de que houve uma grande evolução e que o lado europeu vai fazer o mesmo”, afirmou. (Págs. 1 e P5)
Brasil entre Noruega e Venezuela
O economista Eduardo Giannetti, inspirador de Marina Silva, acredita que o país precisa decidir o que fazer com os recursos do pré-sal. Ele defende a criação de fundo para investir na formação de capital humano. E teme que a verba caia na mão de um governo populista. (Págs. 1 e P6 a 8)
Avanade em bancos, varejo e teles
Fruto de uma joint venture entre Microsoft e Accenture, a empresa aposta no Brasil como mercado estratégico, diz Hamilton Berteli, diretor da Avanade no Brasil. (Págs. 1 e P14)

Risco menor: Bradesco vê mudança de expectativa
O economista-chefe do Bradesco, Octavio de Barros, aponta reversão nas projeções em relação ao Brasil, expressa na queda do dólar e na alta da bolsa. “O contingenciamento de gastos em ano eleitoral foi muito oportuno e corajoso. O mercado gostou”, disse. (Págs. 1 e P40)
Votação
Pauta cheia não impede que Congresso já trabalhe em ritmo de Carnaval. (Págs. 1 e P3)


segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

RESUMO DOS JORNAIS DE HOJE, 24-02-2014 (SEGUNDA FEIRA)

24 de fevereiro de 2014
Correio Braziliense

Manchete: Manual de uma tragédia
Junte 11 pessoas para passeio em canoa com capacidade para cinco.

Permita que, no grupo embarcado, 10 não usem o colete salva-vidas.

Coloque na embarcação nove integrantes que não saibam nadar.

Convoque para pilotar o veículo alguém que não tenha habilitação.

Resultado: sete mortos, incluindo quatro crianças, da mesma família.


Esse roteiro de desleixos provocou o afogamento de quatro crianças, uma adolescente e dois adultos no Rio Corumbá, em Luziânia, na tarde de sábado. Os 10 passageiros eram parentes, a maioria morava em Santa Maria e visitava a chácara da matriarca da família. Pedro Henrique, 6 anos, o único com colete, salvou a mãe, Joseane, que não sabia nadar. Piloto e sobreviventes têm versões distintas para as causas. A Polícia Civil de Luziânia começa a apurar o episódio e trabalha com a hipótese de homicídio culposo. (Págs. 1 e 17 e 18)


Trabalhador paga o triplo em 10 anos
Volume de tributação retida na fonte subiu devido ao aumento da remuneração, às oportunidades de emprego e à defasagem da tabela de declaração. Especialistas criticam a relação entre a pesada carga paga pelos trabalhadores e a péssima qualidade dos serviços públicos. (Págs. 1 e 7)
Rumo à prisão
O ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ), que denunciou o esquema do mensalão, aproveita os últimos instantes de liberdade. Ele deverá ser detido hoje. (Págs. 1 e 3)
Dinheiro: PF gasta R$5,4 mi com remoção de servidores
Ajudas de custo individuais, motivadas por transferências administrativas pelas regiões do país, pesam no bolso do contribuinte. (Págs. 1 e 2)
Eleições 2014: Agnelo é indicado à reeleição
0 diretório regional do Partido dos Trabalhadores confirmou, por unanimidade, a candidatura do atual chefe do executivo do DF. (Págs. 1 e 20)
Presidente interino da Ucrânia flerta com a UE (Págs. 1 e 12)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Crime sem fronteiras
Quadrilhas paulistas fizeram quase 80 ataques a bancos em cidades do Sul de Minas no ano passado.

O cerco feito por uma força-tarefa policial a um bando de ladrões de banco em Itamonte, que amanheceu marcada pelo tiroteio, como a fachada de um hotel, e a morte de nove suspeitos são mais um registro das incursões de criminosos oriundos de São Paulo aos municípios sul-mineiros. Segundo levantamento da Secretaria de Defesa Social (Seds), houve em 2013 pelo menos 53 ataques com uso de explosivos a agências bancárias na região. Mas fontes não oficiais informam que foram quase 80 ações. Investigações apontam que os grupos são ligados a poderosas organizações criminosas do país, com forte ramificação no território paulista. Ontem à tarde, dois bandidos que fugiram ao cerco em Itamonte sequestraram um comerciante na BR-354. No fim da noite, a polícia matou um deles e libertou o refém. (Págs. 1 e 17)

Diretas Já: Comício que entrou para a história de BH
Em 24 de fevereiro de 1984 cerca de 400 mil pessoas lotaram a Praça Rio Branco, também conhecida como Praça da Rodoviária, em apoio a campanha Diretas Já. No palanque, artistas e políticos, entre os quais Lula, Leonel Brizola, Ulysses Guimarães e Tancredo Neves. Foi o terceiro maior comício do país pela volta do direito de eleger o presidente da República. Os mais concorridos foram no Rio (1 milhão) e São Paulo (1,5 milhão), ambos em abril daquele ano. (Págs. 1 e 6)
Mensalão: Jefferson curte de moto o domingo de liberdade ( Págs. 1 e 2)

Ucrânia: Novo presidente promete aproximação com ocidente (Págs. 1 e 14)

------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Ousadia e fôlego na rua
Domingo pré-carnavalesco mostrou que o folião está disposto a se jogar de cabeça na festa. Multidão curtiu a irreverência das Virgens do Bairro Novo, pela manhã e à tarde. Recife Antigo e o Olinda Beer ficaram lotados até a noite. (Págs. 1 e capa dois e página 8)


Serviços vão fazer a inflação subir na Copa
Especialistas acreditam que a aceleração vai se dar apenas entre junho e julho. (Págs. 1 e 7)
Expectativa para anúncio de Paulo Câmara
Presença de João Lyra ainda é incerta no ato para lançamento da chapa governista. (Págs. 1 e 3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Peso no prato: Dentro e fora de casa, comida eleva a inflação
Preço de alimentos, como frutas, legumes e carnes, subiu 79,1% nos últimos sete anos, enquanto a média geral do IPCA aumentou 45,9% no período. (Págs. 1 e 4 e 5)

Antes da prisão, um passeio
Delator do mensalão, Jefferson, vigiado pela PF, aproveitou ontem "momentos finais de liberdade" e deve ser levado hoje a penitenciária. (Págs. 1 e 8)

Negócios suspeitos: FBI está no rastro de advogado gaúcho
Na conta de Maurício Dal Agnol, que está no Exterior, teriam passado R$ 480 milhões em quatro anos. (Págs. 1 e 38)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: "Ainda e cedo pra cravar a vitória de Dilma"
Com o aval de quem se tornou conhecido por antecipar o golpe de 1964 em artigo escrito em 1962, o cientista político Wanderley Guilherme dos Santos não nega o favoritismo da presidenta para a reeleição, mas alerta que muita coisa pode acontecer. Fundador do Iuperj e escritor reconhecido internacionalmente, ele não vê nas manifestações de rua uma ameaça à democracia. "Ao contrário, demonstram que as instituições democráticas do país estão fortes". Ele diz ainda que a vida da oposição ao governo federal não está fácil: toda crítica tem, como resposta, a elaboração de um programa social. (Págs. 1 e P4 a 7)


Balcão: Bovespa e Cetip brigam por renda fixa
As duas instituições disputam um mercado de R$ 1 trilhão em títulos privados. Operadores esperam que a concorrência reduza os preços do registro de papéis, a partir de março. (Págs. 1 e P20 e 21)

Sustentabilidade: Clima muda e projetos levam choque de realidade
Fenômenos climáticos atípicos já fazem parte do planejamento estratégico de empresas, que buscam soluções para manter a produtividade em situações adversas. (Págs. 1 e P12)


Infraestrutura: Com os projetos para Copa e Olimpíada, o faturamento da brasileira Elevadores Villarta cresceu 15% em 2013. (Págs. 1 e P15)

Olhar do Planalto: AGU, BC e Caixa preparam relatório para convencer o STF que é impossível alterar a correção do FGTS. (Págs. 1 e P9)

Contas externas: Janeiro fechou com déficit de US$ 11,59 bilhões. Brasileiros gastam menos no exterior com alta do dólar e IOF. (Págs. 1 e P8)

------------------------------------------------------------------------------------